Reconhecer a Madeira in situ

As vendas fecharam

O registo terminou
Esta palestra encontra-se esgotada.

Informações do evento

Partilhar este evento

Data e hora

Localização

Localização

Evento online

As vendas fecharam

O registo terminou
Esta palestra encontra-se esgotada.
Descrição do evento
Inspecção, Diagnóstico e Avaliação

Acerca deste evento

Reconhecer a Madeira in situ

A madeira afirmou-se ao longo dos séculos como um material estrutural confiável, suportando ainda hoje grande parte das estruturas das construções antigas que permanecem, dando vida aos centros históricos das nossas cidades. A preservação destes edifícios e das suas técnicas e materiais tradicionais é uma obrigação que devemos assumir perante as próximas gerações.

Para que uma intervenção seja realizada preservando a maior quantidade possível de material estrutural histórico, é necessário que a avaliação do estado de conservação, bem como da segurança estrutural, seja realizada com base em informações credíveis e em procedimentos de avaliação confiáveis e aceites.

A presente palestra pretende reflectir sobre a viabilidade de manter os elementos em madeira nos edifícios antigos correntes, face à opção, muitas vezes tomada, da sua substituição integral. Apresenta técnicas práticas de reconhecimento da qualidade/classe de resistência mecânica e os processos de avaliação da segurança de acordo com as mais recentes directrizes internacionais. Apresenta também técnicas de inspecção e diagnóstico pouco intrusivas, com o objectivo de reconhecer e, por essa via, compreender os elementos estruturais antigos.

Tópicos abordados:

1. Contexto

2. Reconhecer antes de intervir

3. Resistência mecânica da madeira

3.1 Resistência e qualidade

3.2 Relação entre as Classes de Resistência e as Classes de Qualidade

4. Atribuição de Classe de Qualidade por métodos visuais a elemento estrutural em serviço

5. Avaliação in situ de estruturas de madeira

6. Avaliação de propriedades por meios auxiliares de diagnóstico – TND / TSD7. Notas finais

Sobre a Oradora

Maria Dulce Franco Henriques é engenheira civil, mestre em construção e doutora em engenharia civil.

Áreas preferenciais de investigação e trabalho: Conservação e reabilitação da madeira em edifícios históricos; Tecnologia da madeira estrutural; Reabilitação de edifícios; Tecnologia dos materiais e da Construção.

É Professora Adjunta e membro de órgãos de gestão no ISEL e no IPL; promotora e membro da Comissão Coordenadora da Pós-graduação em Conservação e Reabilitação de Construções do ISEL; Instaladora e responsável pelo Laboratório de Madeiras do ISEL; membro de diversos grupos de investigação e de associações técnicas, representante do ISEL na PTPC/Cluster AEC e membro colaborador do CERIS – Instituto Superior Técnico.

É Investigadora responsável de 3 projectos de investigação, orientadora de 22 teses de mestrado, revisora de publicações científicas e autora de cerca de 60 publicações científicas.

Para mais informações contacte: fundec@tecnico.ulisboa.pt

Data e hora

Localização

Evento online

Guardar Este Evento

Evento guardado