Ignorar navegação principal
Conteúdos da página

Guardar Este Evento

Evento guardado

Dupla Certificação em Psicogerontologia - 1ª Edição [PORTO]

Instituto CRIAP

Sábado, 15 de outubro de 2016 às 09:30 - Sábado, 28 de outubro de 2017 às 17:30 (WEST)

Dupla Certificação em Psicogerontologia - 1ª Edição...

Informações de bilhete

Tipo de bilhete Fim das vendas Preço Taxa Quantidade
inscrição Terminado 160,00 € 6,14 €

Quem Vai

A carregar as suas ligações...

Partilhar Dupla Certificação em Psicogerontologia - 1ª Edição [PORTO]

Detalhes do evento

CERTIFICAÇÃO | ACREDITAÇÃO | RECONHECIMENTO | PROTOCOLO

dgert

A Dupla Certificação em Psicogerontologia é constituída por duas Pós-Graduações:

  • Pós-Graduação em Psicogerontologia: avaliação e intervenção psicológica
  • Pós-Graduação em Psicogerontologia: avaliação e intervenção psicossocial

 Ensino Superior
Nos termos do disposto no artigo 45.º do Decreto-Lei n.º 74/2006, de 24 de Março, alterado pelo Decreto-Lei n.º 107/2008, de 25 de Junho, e tendo em vista o prosseguimento de estudos para a obtenção de grau académico (Mestrado ou Doutoramento), os estabelecimentos de ensino superior poderão creditar até 46 (21*) ECTS.

* Apenas com o plano curricular obrigatório.Ler mais >>

DGERT
O sistema de certificação de entidades formadoras, a par de outros mecanismos, é um dos garantes da qualidade do Sistema Nacional de Qualificações em Portugal. Ler mais >>

Nota: A Pós-Graduação em Psicogerontologia: avaliação e intervenção psicológica foi submetida para acreditação na Ordem dos Psicólogos (OPP) e está a aguardar despacho.


SAÍDAS PROFISSIONAIS

Entre as entidades empregadoras contam-se nomeadamente, centros de saúde, hospitais, lares, centros de dia, rede de cuidados continuados, serviços de saúde públicos e privados, universidades seniores, serviços de reinserção social, apoio social, empresas e organizações de solidariedade e apoio social.


DESTINATÁRIOS

A Dupla Certificação em Psicogerontologia destina-se a:

  • Estudantes finalistas universitários e licenciados em psicologia*, serviço social, gerontologia, sociologia, medicina, enfermagem, terapia ocupacional, terapia da fala, fisioterapia e/ou áreas afins ou equivalente legal;
  • Profissionais e alunos Finalistas de licenciatura de outras áreas científicas sujeitos à apreciação curricular por parte da Direção Pedagógica.

* Acreditação da Ordem dos Psicólogos Portugueses destina-se exclusivamente aos psicólogos.


PORQUÊ ESCOLHER ESTA FORMAÇÃO?

O aumento da população envelhecida em Portugal está relacionado com uma maior prevalência de determinadas patologias, que devem ser alvo dos melhores cuidados não só na prevenção, tratamento e reabilitação psicológica e psicossocial, como também na melhoria da satisfação e qualidade de vida das pessoas mais velhas e seus cuidadores. Pretende-se com a Pós-Graduação em Psicogerontologia formar e capacitar profissionais que na sua prática intervenham ou venham a intervir junto da população idosa nos vários contextos comunitários, sejam eles instituições públicas ou privadas (Centros de Saúde, Hospitais, Lares, Centros de Dia, IPSS’s, Instituições Religiosas, Autarquias, etc). A prestação dos cuidados deverá orientar-se para o desenvolvimento da pessoa idosa, em todas as suas dimensões humanas, promover um envelhecimento saudável, ativo e seguro, preservar a sua identidade e história de vida, aprender a atribuir significados felizes, nesta nova fase de vida, de forma a construir vidas com pleno sentido.


OBJETIVOS GERAIS

Garantir formação teórica e prática em Psicogerontologia através da compreensão das necessidades e problemas específicos desta população, de forma a garantir práticas assistenciais que promovam a saúde e bem-estar, proporcionem melhores tratamentos e melhorem a qualidade de vida das pessoas mais velhas e dos seus cuidadores.


OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Caraterizar o perfil do envelhecimento em Portugal e na Europa.
  • Identificar os princípios e metodologias em que se baseiam os serviços de saúde e as instituições de apoio e assistência às populações mais velhas.
  • Promover a prestação de cuidados em conformidade com as boas práticas clínicas, princípios éticos e deontológicos.
  • Aplicar metodologias de avaliação multidimensional e protocolos de intervenção psicológica.
  • Compreender os indicadores promotores do envelhecimento saudável e ativo.
  • Caracterizar os principais síndromes geriátricos e perturbações mentais.
  • Conhecer a neuroanatomia cerebral e funcional e a sua correlação com os processos mentais.
  • Avaliar e intervir nos diferentes tipos de demências.
  • Identificar os indicadores neuropsicológicos da doença de Alzheimer, Demência Vascular, Demência de Corpos de Lewis e outras demências.
  • Aplicar, analisar e interpretar os instrumentos psicológicos e neuropsicológicos.
  • Conhecer os modelos teóricos e práticos de estimulação e reabilitação cognitiva, nas demências, nos AVC’s e TCE’s;
  • Avaliar e implementar programas e respostas de intervenção no apoio aos cuidadores.
  • Implementar técnicas e estratégicas de intervenção segundo diferentes modelos psicoterapêuticos: Terapia cognitivo-comportamental, Psicologia Positiva, Terapia Interpessoal e Terapia cognitivo-comportamental de 3ª Geração.
  • Conhecer a psicofarmacologia e os seus aspetos farmacocinéticos e farmacodinâmicos.
  • Conceptualizar e discutir casos clínicos.

PLANO CURRICULAR

PLANO CURRICULAR OBRIGATÓRIO

Prestação de cuidados de saúde a pessoas mais velhas

  • Serviços de apoio às pessoas mais velhas, sua contextualização, princípios fundamentais metodologia e objetivos;
  • Entrevista estruturada em Psicogerontologia;
  • A importância da avaliação multidimensional no idoso;
  • Protocolo de avaliação psicológica e clínica.

 Envelhecimento em Portugal e na Europa

  • Aspetos sociodemográficos do envelhecimento;
  • Indicadores para um envelhecimento saudável;
  • A importância dos recursos psicológicos para uma adaptação bem-sucedida;
  • Modelos de envelhecimento bem-sucedido (modelo SOC de P. Baltes, modelo de Rowe e Kahn e outros);
  • Envelhecimento ativo;
  • Como se elaboram programas para um envelhecimento ativo;
  • Qualidade de vida e saúde;
  • O efeito do ambiente no envelhecimento saudável: aplicações práticas.

Desafios e problemas relevantes na prática profissional na área da Psicogerontologia

  • Questões específicas na área da psicogerontologia.

Direito e violência sobre os idosos

  • Aplicação do direito às situações de maus tratos nos idosos.

Avaliação e intervenção em medicina geriátrica

  • Envelhecimento fisiológico e patológico;
  • Alterações funcionais e estruturais dos órgãos e sistemas;
  • Síndromes geriátricos;
  • Avaliação e intervenção nas patologias geriátricas.

Organização anatómica e funcional do encéfalo – Parte I

  • Generalidades: visão global do neuro-eixo;
  • Estruturas de proteção: crânio, meninges, sistema ventricular e barreira hemato-encefálica;
  • Organização anatomo-funcional do sistema nervoso:
    – Células Nervosas;
    – Transmissão Sináptica;
    – Noções de neuroquímica;
    – Anatomia-Funcional das estruturas corticais e subcorticais;
    – Anatomia – Funcional do tronco encefálico e cerebelo;
    – Noções de anatomia da medula, sistema nervoso periférico, sistema nervoso autónomo e sistema nervoso entérico;
    – Diferenças inter-hemisféricas;
  • Vascularização do encéfalo;
  • Modelo Funcional de Lúria e os princípios.

Organização anatómica e funcional do encéfalo – Parte II

  • Síndromes neuropsicológicas:
    – Generalidades sobre neuropsicologia clínica
    – Afasias, alexias e agrafias
    – Acalculias e outras alterações da dinâmica aritmética e geométrica
    – Agnosias
    – Apraxias
    – Síndromas de heminegligência e perturbações associadas
    – Síndromas pré-frontais.
  • Aplicação de casos práticos.

Envelhecimento cognitivo saudável

  • Envelhecimento cognitivo;
  • Alterações cognitivas no envelhecimento saudável;
  • Reserva cognitiva e plasticidade neuronal.

Clínica das demências

  • Clínica das demências neurodegenerativas.
  • Características típicas, formas e estádios de evolução, com particular relevância para a doença de Alzheimer.
  • Outros tipos de demência: demência vascular, demência frontotemporal; demência com corpos de Lewy;
  • Diagnóstico diferencial das síndromes demenciais;
  • Investigação e novos conceitos na definição da doença de Alzheimer;
  • O estudo clínico básico e avançado e a investigação laboratorial e imagiológica nas demências;
  • Tratamento nas demências: terapêutica sintomática cognitiva das perturbações neurocomportamentais;
  • Casos clínicos: discussão interativa da abordagem diagnóstica e terapêutica.

 Avaliação neuropsicológica e demências – Parte I

  • A importância da exploração neuropsicológica para despiste dos défices cognitivos;
  • Objetivos da avaliação neuropsicológica;
  • Fatores que interferem na avaliação neuropsicológica;
  • Entrevista neuropsicológica;
  • Indicadores neuropsicológicos da doença de Alzheimer e outras demências;
  •  Avaliação neuropsicológica das principais funções cognitivas: memória, funções executivas, capacidade visuo-espacial, linguagem.

Avaliação neuropsicológica e demências – Parte II

  • Testes neuropsicológicos validados para a população portuguesa;
  • Avaliação do humor e da ansiedade;
  • Avaliação dos sintomas psicológicos e comportamentais na demência (SPCD);
  • Escalas de avaliação da severidade nas demências;
  • Como elaborar um relatório de avaliação neuropsicológica;
  • Casos clínicos: discussão interativa da abordagem diagnóstica e terapêutica.
  • Intervenção e reabilitação neuropsicológica nos défices cognitivos
  • O papel da estimulação cognitiva no envelhecimento e na demência;
  • Apresentação e discussão de diversos programas de treino cognitivo;
  • Exploração dos diferentes exercícios e técnicas de papel e lápis em estimulação cognitiva;
  • Programas de intervenção neuropsicológica informatizada;
  • Eficácia da intervenção neuropsicológica.
  • Apresentação de casos e discussão de planos de intervenção.

Intervenção e reabilitação neuropsicológica em doentes com AVC e TCE

  • Anatomofisiopatologia do AVC;
  • Sequelas do AVC;
  • Co morbilidades associadas;
  • Reabilitação Neuropsicológica (RP) no AVC;
  • Programas informatizados de RP: Cogniplus, Lumosity
  • Estudo de casos e definição do programa de RP;
  • Traumatismos crânio-encefálicos: definição, tipologias e suas consequências;
  • Princípios e fundamentos da RP: diretrizes de implementação prática em TCE’s;
  • Teorias, modelos e técnicas de RP em TCE’s com base na evidência clínica;
  • Reabilitação de défices comportamentais associados ao dano cerebral em TCE’s;
  • Intervenção em comportamentos relacionados com a perda de autocontrolo, disfunção cognitiva e alterações de humor.

Reabilitação em Cuidados Paliativos

  • Aplicação de metodologias específicas nos cuidados paliativos.

Avaliação e intervenção nos cuidadores

  • Tipos de Cuidador: Formal, Informal, Primário e Secundário;
  • Ser Cuidador: motivações e determinantes na adoção do papel de cuidador;
  • Principais consequências da prestação de cuidados: aspetos físicos e psicológicos;
  • Principais necessidades dos cuidadores informais;
  • Instrumentos de avaiação da sobrecarga do cuidador;
  • Tipos de intervenção nos cuidadores informais: grupos de apoio psicoeducativo, grupos de ajuda mútua e outras respostas;
  • Programa de intervenção comunitária no apoio aos cuidadores informais.

Psicoterapia cognitivo-comportamental nos distúrbios de ansiedade e outras perturbações emocionais

  • Diagnóstico categorial e características clínicas;
  • Avaliação clínica e psicológica;
  • Instrumentos de avaliação;
  • Modelos e técnicas de intervenção / protocolos de intervenção.

Psicoterapia cognitivo-comportamental nos distúrbios de humor e ideação suicida

  • Diagnóstico categorial e características clínicas;
  • Avaliação clínica e psicológica;
  • Instrumentos de avaliação;
  • Modelos e técnicas de intervenção / protocolos de intervenção.

O contributo da Psicologia Positiva na Psicogerontologia

  • Introdução ao domínio científico da Psicologia Positiva;
  • Perspetiva histórica e cultural, nacional e internacional da Psicologia Positiva;
  • Os paradigmas teóricos sobre a felicidade;
  • Abordagem aos principais temas e linhas de investigação, aspetos conceptuais e inovações metodológicas;
  • Aplicações práticas da Psicologia Positiva para o individuo e grupos.

Psicoterapias cognitivo-comportamentais de 3ª geração

  • Conceptualização das terapias de 3ª geração;
  • Tipos e características de intervenções de 3ª geração;
  • Mindfulness na prática clínica na psicogerontologia;
  • Programas de redução de stress e desenvolvimento emocional;
  • Aprendizagem experiencial e discussão de casos.

Avaliação e Intervenção de Enfermagem em Gerontologia

  • Intervenções práticas.

Avaliação e Intervenção do Serviço Social aplicado à Gerontologia

  • Articulação e intervenção comunitária.

Saúde mental e psicopatologia

  • As psicoses tardias: semiologia clínica dos quadros psicóticos;
  • Esquizofrenia tardia e outros estados delirantes;
  • Intervenções terapêuticas;
  • Discussão de casos clínicos;
  • Psicofarmacologia: aspetos particulares no idoso:
    – Princípios específicos;
    – Ensaios clínicos e limitações;
    – Farmacocinética e farmacodinâmica;
    – Segurança e eficácia;
    – Aderência (compliance);
    – Interações medicamentosas e toxicidade;
  • Estratégias multidisciplinares de intervenção e aderência em farmacoterapia no idoso;
  • Programa de intervenção para a autonomia da medicação.

Psicoterapia Interpessoal

  • Conceptualização da Psicoterapia Interpessoal;
  • Modelo e estrutura da Terapia Interpessoal;
  • Conceitos associados: vinculação, comunicação e apoio social;
  • Formulação Clínica Interpessoal;
  • Eficácia e intervenção no idoso
  • Um modelo baseado na evidência (evidence based results).

Musicoterapia

  • Sessões de musicoterapia: metodologias e técnicas.

Terapias expressivas e arte

  • Sessões de arteterapia: metodologias e técnicas.

Atividade física, psicomotricidade e qualidade de vida

  • Sessões práticas: metodologias e técnicas.

Avaliação e Intervenção nutricional aplicada à Gerontologia

  • Aspetos nutricionais do envelhecimento;
  • Envelhecimento bucodentário e do aparelho digestivo;
  • Necessidades nutricionais no idoso;
  • Cuidados alimentares na 3ª idade;
  • Regras e estratégias;
  • Tipos de alimentos neuroprotetores.

Terapia assistida por animais

  • O animal de estimação caseiro e institucional;
  • O cão de serviço e assistência;
  • Intervenções dirigidas à comunicação, fala e linguagem;
  • Intervenções dirigidas à saúde mental;
  • Os benefícios sociais e cognitivos nos idosos.

Análise e discussão interativa de situações clínicas reais

  • Apresentação de situações clínicas reais;
  • Treino no diagnóstico e formulação clínica;
  • Treino da planificação e implementação de cuidados incidentes no idoso, no cuidador e nos ambientes comunitários;
  • Integração e aplicabilidade dos diferentes modelos de intervenção apresentados ao longo da Pós-Graduação.

PLANO CURRICULAR OPCIONAL

Formação on job

  • Formação prática em contexto de trabalho.
Tem dúvidas sobre Dupla Certificação em Psicogerontologia - 1ª Edição [PORTO]? Contacte Instituto CRIAP

Guardar Este Evento

Evento guardado

Quando e onde


INSTITUTO CRIAP
Avenida Fernão de Magalhães, 1862, 5º piso
4350-158 Porto
Portugal

Sábado, 15 de outubro de 2016 às 09:30 - Sábado, 28 de outubro de 2017 às 17:30 (WEST)


  Adicionar ao meu calendário

Organizador

Instituto CRIAP

 

CONTACTOS GERAIS

MORADA: 
Avenida Fernão de Magalhães, 1862, 5º piso
4350-158 Porto

 

EMAIL: 
geral@criap.com

 

TELF: 
+351 225 492 190
+351 225 097 667
+351 225 026 201
+351 918 081 537

 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO: 
Dias úteis: 09:00h às 19:00h
Sábado: 09:30h às 17:30h

 

 

COMO CHEGAR AO INSTITUTO CRIAP

Coordenadas GPS
Lat. 41.165383 | Lon. -8.588517

Pontos de Referência
Junto à Loja do Cidadão; McDonald's das Antas; Estádio do Dragão; 
 
Carro
VCI (também chamada IC23) > Saída: Antas 

Metro
Combatentes (10 min a pé)
Estádio do Dragão (5 min a pé) 

Autocarro (STCP)
305 / 402 / 805 / 8M
Paragem: ANTAS (L. CIDADÃO)

 

APRESENTAÇÃO

Fundado em 2007, o Instituto CRIAP estreou-se como unidade exclusivamente dedicada às ciências psicológicas.
Consciente de que o mercado de trabalho é cada vez mais exigente e competitivo, o Instituto CRIAP tomou para si o dever de preparar mais e melhores profissionais. Para isso, ao longo do seu percurso, tem vindo a reforçar a sua equipa com docentes altamente qualificados e de mérito reconhecido e apostado na diversificação das suas áreas de atuação. Atualmente, o Instituto CRIAP tem uma oferta formativa que abrange as áreas da Psicologia, Terapia da Fala, Serviço Social, Educação, Recursos Humanos, Ciências Forenses e Criminais. O seu compromisso assenta em padrões de rigor e qualidade científica, procurando aproximar-se dos parâmetros internacionais de exigência em cada uma das áreas formativas.
O seu modelo de atuação engloba diferentes tipologias de formação, desde workshops de curta duração a pós-graduações, procurando uma resposta mais adequada às necessidades formativas individuais de todos os que procuram os serviços do Instituto CRIAP. A partir dos serviços centrais, sediados no Porto, o Instituto CRIAP trabalha diariamente para chegar cada vez mais longe:
-Porto, Lisboa, Coimbra, Madeira e Açores beneficiam já dos nossos serviços de formação;
-Com o novo projeto de ensino à distância (e-learning), o Instituto CRIAP toma para si o desafio de levar o conhecimento científico além-fronteiras.

 

  Contactar o organizador
Dupla Certificação em Psicogerontologia - 1ª Edição [PORTO]
Coisas para fazer em Porto Aula Outro

Inicie sessão ou registe-se

Para comprar estes bilhetes em prestações, é necessária uma conta Eventbrite. Inicie sessão ou registe-se para uma conta gratuita para continuar.